[ Mon oncle (Jacques Tati) ] 1958

2 comentários:

Irmão Karamazov disse...

Quando se sopra no livro certo inspiramos o divertimento ou a tragédia. Quem se diverte é invadido, quem se emociona permanecerá para sempre em silêncio.

Uma vénia.

Maria Almira Soares disse...

Pode um livro ser o «animal» que nos devolve,transformada, a nossa própria respiração?