[ La nuit sans étoiles (Jean-Claude Rousseau) ] 2006

3 comentários:

once disse...

nao há solidão que resista .. :)

as velas ardem ate ao fim disse...

Ha tanta suavidade em nada dizer e tudo se entender.Fernando Pessoa

Sinto o em ti no teu blogge vai daí premiei te no Velas!

um bjo

jugioli disse...

Adoro esses silêncios...

@dis-cursos